Skip to content

way of arts

artists in residence

Jiu Xian, China

Previous
Next

Culture of the 21st Century

Residência de Artistas / Jiu Xian, China / 2009

A trabalhar na criação de parcerias para o futuro, e na continuidade de um sonho que se tem vindo a concretizar, cruzando mentes criativas de todo o mundo pela Europa, Ásia e América do Sul.
Num trabalho conjunto entre artistas, designers, arquitectos, engenheiros, estudantes de várias universidades e escolas, e outros criativos, o conceito misto de workshop /residência desenvolvido pela WOA/DaST, procura num sistema sustentável e através dos seus programas, promover a valorização do papel vital que a arte e a criatividade desempenham no mundo actual, encorajando pessoas de todas as nações a participarem e a aplicarem o seu tempo em liberdade, num ambiente enérgico mas também de reflexão, onde em conjunto possam pensar a cultura do século XXI.

Este projecto foi desenvolvido em parceria com a Artistlevel.org

Denis Piel

Denis é um artista, escritor, realizador e fotógrafo que também realiza consultorias a projectos criativos pelo mundo.
Denis Piel apresenta uma curriculum internacional riquíssimo devido ás publicação de moda, estética e celebridades nas mais diversas revistas de prestigio, assim como dirigiu anúncios de estilo. Os seus trabalhos de fine art contribuíram igualmente para a sua reputação, como os projectos de Platescapes ou Facescapes, onde ganhou diversos prémios internacionais, entre eles a Leica Award for Excellence.
De momento, além do seu trabalho intensivo em projectos de fine art, o Denis encontra-se com a sua esposa, Elaine Merkus, the Culture & Culture Festival (www.culturecultures.org).

Previous
Next
Previous
Next

Duma Siran

Investigadora do Canton Guqin Research Institute.
Duma Siran nasceu em Canton, China, em Dezembro de 1991, onde cresceu e desenvolveu a sua vida, lado a lado com a sua família envolvida na olaria e na vida rural. Ao invés de acompanhar o sistema educacional chinês corrente, a Duma foi educada pelos seus pais.
Trabalhou durante dois anos na qualidade de jornalista independente para uma editora e revista e deu o seu primeiro concerto de Guqin aos 13 anos.
Tendo como professor o actual responsável pelo Canton Guqin Research Institute, tem participado em várias performances como solista e o seu talento musical tem sido reconhecido pelos mais diversos públicos.

Filipa Silveira

Filipa Silveira (n.1978) tem uma formação de base em joalharia, no Ar.co, em 2001; curso de formação artística, na Sociedade Nacional de Belas Artes, em 2003; o curso de Artes Decorativas na Escola de Artes e Ofícios Tradicionais, em 2007; licenciada em Escultura, com média final de 16 valores, na Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa.
Actualmente frequenta o curso avançado de Artes Plásticas no Next Art, e o mestrado em Anatomia Artística, na Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa.
O seu percurso artistico e profissional conta com a participação em inumeras exposições colectivas. A forma como desenha e molda, transporta-nos para um mundo onde nos deparamos com explosões controladas, explosões desaceleradas pela fluidez da sua imaginação.

Previous
Next
Previous
Next

Maria Mendonça

Maria, mãe de 3 e para já avó de 7, é fotógrafa, pintora e escultora da natureza.
A sua arte é transversal, cada passo pessoal ou profissional è uma extensão do seu mundo artistico e isto reflecte se no que a rodeia.
A a sua obra jà foi exposta em varias galerias e é parte integrante de vàrias colecções, no entanto, onde eventualmente melhor a poderemos compreender será algures no meio da natureza, na China, França ou em outro dos países que recentemente visitou.

Marina Carvalho

Marina Carvalho ( n.1981) é licenciada em escultura (2008/2009) pela Faculdade de Belas Artes do Porto e tem o curso de Piano atribuido pela Academia de musica de Santa Maria da Feira. O seu percurso artistico e profissional é caracterizado pela polivalência e multidisciplinaridade, sendo que para lá da formação em diversos meios artísticos, participou numa residência artística na Turquia, desenvolveu trabalho de arte-terapia com crianças deficientes em Israel e participou em vários simpósios e workshops internacionais. A Marina é também professora de crianças nas áreas da música e arte.

Previous
Next

Tem uma Residência de Artistas que deseja desenvolver?

Previous
Next

Marta Alvim

Marta Alvim, (1979) Artista e realizadora Portuguesa.
Licenciou-se em Som e Imagem, na Escola das Artes da Universidade Católica Portuguesa e é Mestra em Cinema.
O seu trabalho reflecte especificidades e convergências entre o Novo Cinema e a Arte Contemporânea. Através do vídeo, da instalação e da fotografia, explora praticas artísticas e suas finalidades críticas. Nos últimos 4 anos, participou em programas de residência artística em Espanha, França e na China. Um dos seus filmes experimentais ganhou em 2009 um Remy Silver Award no festival de cinema independente WorldFest Huston (USA). Até à data, o seu trabalho explorou o tema da Percepção e os conceito de Realidade, Consciência, Identidade e Sociedade.
A Universidade de Ciências de Lisboa (PT) e o New Media Lab- Mideciant da Universidade de Castilha-La Mancha (SP) apoiam alguns dos seus actuais projectos.

Michel Batlle

Em 1966 Michel Batlle criou um conceito totalmente inovador que une a arte ao corpo numa “relação entre o corpo e o espírito traduzida através de meios gráficos” e ao qual denominou: psychophysiographie. Contrariamente à maioria dos movimentos de ruptura, próprios à emergência de novas ideias, a psychophysiographie propõe uma leitura cirúrgica e intuitiva do mundo, tendo por suporte central e por foco, o corpo humano. Esta “ciência” de inexactidão e de simulacro anatómico justifica a sua existência por causa do afastamento, dos artistas, do corpo humano, nesse preciso momento, como base de pesquisa fundamental da arte, não apenas no seu contexto de espiritualidade mas também no contexto da fisiologia. Esta é a materialização de um campo de prospecção e pesquisas sobre as relações entre o sensual (carnal) e as reflexões, entre o instintivo e o mundo visível, com todas as suas sensações combinadas.

Previous
Next
Previous
Next

Rui Pinto Gonçalves

Rui Pinto Gonçalves ( n.1963) é arquitecto de formação e profissão, licenciado pela Faculdade de Arquitectura da Universidade Técnica de Lisboa e sócio fundador da RRJ arquitectos, empresa sediada em Lisboa e activa internacionalmente. Viajante por vocação, humanista e ecologista por natureza, Rui Pinto Gonçalves tem desenvolvido projectos arquitectónicos onde a integração ambiental, auto-sustentabilidade e experimentação formal se assumem como mote estrutural.

Sara Yan

Sara Chang Yan (n.1982) recorre essencialmente ao desenho como medium expressivo. Actualmente assistente do artista Rui Moreira, tem um percurso artistico marcado por uma formação de base em arquitectura, pela Faculdade de Arquitectura da Universidade Tecnica de Lisboa, complementada pelo curso de desenho da Ar.co, ao qual deu seguimento através da frequência do curso avançado. O seu trabalho tem uma tridimensionalidade orgânica, com ele mergulhamos num universo de simbolos que ainda estamos a descobrir.

Previous
Next
Previous
Next

Tim Madeira

Tim Madeira ( n.1955) é um artista multifacetado que frequentou a Escola Superior de Belas Artes de Lisboa, fez um curso de comunicação visual e fotografia na Ar.Co e licenciou-se em arquitectura pela Escola Superior de Arquitectura de Madrid, onde frequentou também o curso de pintura livre e desenho de estátua. A sua formação sólida e plural taduz-se num trabalho essencialmente ancorado na assemblage e na colagem, onde o recurso à conjugação e sobreposição de diversos e distintos materiais, espelha uma abordagem formal e conceptual essencialmente caracterizada por uma descomplexada e livre maturidade.

Vasco Luz

Vasco Luz (n. 1980) é um artífice/artista formado pela Fundação Ricardo Espírito Santo Silva, que desde cedo quis experimentar outros mundos aplicando a sua técnica na escultura artística. A fluídez dos seus cortes transporta-nos para uma organicidade profunda em estreita relação com a natureza, onde consegue criar obras que ao mesmo tempo que se destacam, diluem-se na mesma.

Previous
Next

outros projetos de que poderá gostar